Atendendo a algumas respostas apreciativas e inúmeras ignorativas, aqui está......

14 novembro 2013

Denmark Day na Poli-USP

Ontem houve um evento de divulgação de oportunidades em empresas e universidades da Dinamarca aqui na Poli. O evento era direcionado para estudantes, dei uma passada rápida por curiosidade. A divulgação interna não foi muito boa, o que é compreensível considerando o número de vezes que cada email sobre falta de luz, falha na telefonia, fechamento de rua, cerimônia de encerramento de prazo, e farol aceso tem que ser reenviado. Depois tive uma reunião com alunos, mencionei o evento, então foi útil.

Nos tempos de antanho quem queria obter informações sobre estudar fora do Brasil era visto com uma certa desconfiança, precisava pedir autorizações com firma reconhecida para acessar bibliotecas e catálogos. Bolsas então, já existiam, nos Estados Unidos embora raramente na Europa, mas quem conhecia negava. Hoje os escandinavos vêm para cá fazer propaganda das oportunidades. O Brasil mudou, e para melhor. A Europa também, ao menos os mais avançados entre os bárbaros. Felizmente ainda não fiquei velho demais para sentir alguma inveja das oportunidades que os jovens têm hoje, e sabem aproveitar.

Sendo o evento sobre a Dinamarca, sempre dá uma sensação agradável. O embaixador falou, brevemente, que os dinamarqueses se sentem encabulados em falar bem deles mesmos então preferiu mostrar um vídeo com brasileiras que estudaram lá dizendo que é o melhor país do mundo. Estão certas.

Só deu pena no final do dia ao ver o carro do embaixador parado num engarrafamento-monstro na saída da Usp - a pé, consegui sair bem mais rápido, quem precisava transportar o automóvel não tinha alternativa. Mas trânsito, corredores de ônibus, ficam para outro post.


Postar um comentário