Atendendo a algumas respostas apreciativas e inúmeras ignorativas, aqui está......

16 junho 2010

Greve da copa

Um aluno perguntou o que acho da greve da copa. Reproduzo minha resposta aqui:

Os professores recebemos aumento de 6% no início do ano. Agora a proposta é de mais 6 vírgula abobrinha% para todos. Isso está certo na carta escrita pelo DCE. Os professores aceitaram, nem há conversa de greve nem pelos mais radicais da Adusp. Eu gostaria de ganhar mais, mas entendo que meu salário sai do bolso do contribuinte, então estou satisfeito com o aumento.

Os funcionários parece que estão satisfeitos também, a Usp paga salários maiores que o mercado, ninguém pede demissão e não é por amor à universidade que continuam. São poucos em greve. Quem ganha pouco são os funcionários não sindicalizados, o pessoal da limpeza por exemplo. Esses o sindicato em greve não representa, nem reconhece, simplesmente ignora. Veja link:

http://helopait.wordpress.com/2010/06/10/uma-conversa/

A lei garante direito à greve mas não garante direito a receber sem trabalhar. Como disse o Lula, greve com pagamento de salário não é greve, é férias. Então os funcionários podem usar a greve para pressionar, mas arriscam a não receber, já que não trabalharam.

Para mim esse greve não tem nada a ver com educação. Os professores estão dando aula normalmente. Quem está sendo prejudicado é quem usa ônibus e bandejão. Não vejo motivo para pagar os caras em greve se os usuários foram prejudicados de maneira involtável.
Postar um comentário