Atendendo a algumas respostas apreciativas e inúmeras ignorativas, aqui está......

04 janeiro 2017

Alguns serviços problemáticos na USP

Alguns serviços de informática na #USP estão funcionando de forma pouco conveniente para o pesquisador, e poderiam ser melhorados.

1 - O acesso à VPN é feito através de um programa da Cisco, chamado AnyConnect. Todo computador tem acesso ao serviço de rede virtual integrado ao sistema operacional, de forma que a obrigatoriedade do uso do software proprietário introduz um custo e uma vulnerabilidade extra, sem benefício para o usuário. Uma desvantagem séria é que o AnyConnect exige que a senha seja digitada manualmente a cada conexão. Isso impede o uso de sistemas seguros de administração de senhas e induz o usuário a utilizar senhas curtas, fáceis de digitar e memorizar, de baixa segurança, tanto para acesso à VPN como aos sistemas administrativos da USP.

2 - Os sistemas de informação da USP funcionam muito mal com o Safari mais recente para MacOS mais recente. Uma consulta ao CCE, renomeado STI por obra e graça do Rodas, informa que os sistemas foram testados em alguma versão do MacOS 10.6 de 2009.

3 - Um dos usos mais importantes da VPN é o acesso aos periódicos usando o portal da Capes. Depois que a Capes forçou todos os acessos a passarem por seu portal, com o objetivo de controlar e centralizar a leitura de artigos científicos, as assinaturas de revistas se tornaram difíceis de encontrar. O sistema de buscas é ruim, porque não fica integrado com todas as demais ferramentas de buscas, e as informações a respeito de assinaturas são pouco claras, quando existem. Me parece que às vezes as assinaturas privilegiam revistas caras, pouco lidas, de editoras comerciais, em detrimento de periódicos baratos e de grande interesse, por exemplo o "Chronicle of Higher Education", que aparentemente não assinamos, embora não consiga afirmar com certeza.


Postar um comentário