Atendendo a algumas respostas apreciativas e inúmeras ignorativas, aqui está......

13 setembro 2014

Liberdade sob ataque

A liberdade civil dos brasileiros está sob ataque concertado de políticos e aspirantes a políticos de diversos partidos e matizes. Vou listar aqui alguns ataques dos que tomei conhecimento.
  1. O processo criminal movido pelo Banco Central com o objetivo de calar a boca do crítico Alexandre Schwartsman.
  2. O processo movido pela campanha de Aécio contra 66 tuiteiros que ousaram criticar o candidato.
  3. O processo movido por Márcio França, candidato do PSB a vice-governador de S Paulo, contra blogueiros, pelo mesmo motivo.
  4. O programa de governo da Marina que, dizem, propõe lei que torna crime inafiançável não só a prática da discriminação racial, mas também a injúria racial. Se xingar for crime inafiançável, vamos virar um estado policial. Vai todo mundo para a cadeia e não sobre ninguém para fechar as chaves. Ou então algum tirano decide um por um quem vai para a cadeia e quem fica solto.
  5. A proposta do PT, PCdoB e PSOL e PSB para fazer um plebiscito nacional pela constituinte, rasgar a Constituição com o objetivo de instituir um regime de controle partidário da imprensa e eleições indiretas. Querem delegar a um grupo que não conhecemos o poder de manter, ou de não manter, a liberdade no Brasil. 
  6. O processo do PT contra Marina por "ferir a honra da agremiação" ao dizer que o PT não é confiável porque pôs um diretor para assaltar os cofres da Petrobrás por 12 anos.
  7. A condenação em 1a instância do Romário por ter afirmado que os donatários da CBF, Marco Polo Del Nero e José Maria Marin, mereciam "estar na cadeia". O fato de que a firmação é verdadeira é defesa suficiente. O juiz decerto deu ganho aos ladrões para prolongar os custos processos judiciais. O que é custo para um, é lucro para outro.
Pela amostra, as ideias fascistizantes no Brasil vêm na maioria mas não exclusivamente da esquerda.
Postar um comentário