Atendendo a algumas respostas apreciativas e inúmeras ignorativas, aqui está......

04 maio 2012

Becápi da Midia

O objetivo desse post é fazer uma pergunta à Srta. Googlenice Becápi da Midia, mas aceito boas respostas de qualquer comentarista.

Vou ficar algumas semanas usando um "outro computador", que não é o meu principal. O que costumo fazer é botar todos os emails e arquivos que crio em outro computador em folders especiais, e depois transferir via nuvem ou disco externo. O método se baseia em designar um "computador principal", que sempre tem backups confiáveis. Dá certo, só que na volta fica tudo fora da organização. Então ou gasto tempo organizando, ou para aqueles itens tenho que confiar no Spotlight para encontrar.

Uma alternativa é colocar tudo no Dropbox. Daí quando eu trocar de computador os arquivos se sincronizam. Além do Dropbox, existe o Microsoft Skydrive e o Google Drive, mais baratos, mas ainda menos testados.

Um receio com Dropbox é o seguinte, me digam se é bobagem. Se eu tiver, digamos, 50GB na nuvem, o Dropbox vai sincronizando. Se ele fizer uma besteira e apagar arquivos antigos, eu não vou perceber, porque não uso regularmente. O erro vai se propagar pelas outras máquinas, e quando eu perceber os arquivos já se foram. Seria difícil, talvez impossível, recuperar. Esse receio vem de uma má experiência com o Mozy. Pode haver outros riscos: só os paranoicos sobrevivem.

Outra alternativa é ter um disco externo no bolso com todos os arquivos importantes, e considerar esse como "oficial". Esse é o que tem que ter backup. Quando for usar outro computador qualquer, conecto esse disco e trabalho em cima dele. O disco interno fica só para boot e coisas extras. Parece um pouco desajeitada, muito manual e pouco automática, mas talvez seja a melhor. Se houvesse um disco pequeno e barato, alimentado pelo bus Thunderbolt, acho que eu escolheria essa alternativa.
Postar um comentário