Atendendo a algumas respostas apreciativas e inúmeras ignorativas, aqui está......

21 março 2011

Terremoto no Japão: a Usp pode ajudar?

Terremoto no Japão. Deve haver muito estudante deslocado, universidade sem aula. Gente com bom currículo, futuro promissor, só que com habilidades pouco relevantes para a tarefa imediata de reconstrução. Professores também nessa situação. O problema no Japão não é dinheiro nem recursos, mas por algum tempo os recursos e as necessidades não vão estar casadas.

Podemos abrir vagas de emergência em universidades brasileiras, na Usp, especialmente na Poli? Os estudantes mudam de ares, continuam seus estudos, e contribuem para a Usp estudando conosco. Também facilita a reconstrução lá, alivia um pouco a necessidade imediata. Para a Usp, não atrapalha nada. Em alguns cursos, alguns alunos a mais. O professor fala em português, explica um pouco em inglês, quem sabe alguém ajuda em japonês, em 6 meses os alunos estão em casa. Não atrapalha nem o professor nem os outros alunos - pelo contrário, é um desafio a mais que ajuda a sair da rotina e valorizar as aulas.

Custo baixo, benefício para os 2 lados. Adaptação em S Paulo não vai ser problema para quem quiser vir. Não serão muitos - mas cada estudante ou professor que vier, é um ganho para todos. Dá certo? Se há dificuldades, são apenas burocráticas. Mais uma razão para enfrentar a burocracia.
Postar um comentário