Atendendo a algumas respostas apreciativas e inúmeras ignorativas, aqui está......

06 janeiro 2010

Alguém entendeu a peça do reitor da Ufabc?

Alguém me explica o artigo de opinião do físico reitor da Ufabc publicada na Folha hoje? A linguagem rebuscada parece esconder um sentido profundo, uma defesa de algum interesse, ou talvez uma agenda ideológica, que sinceramente não entendi. Como tive interesse pelo projeto acadêmico original da universidade do ABC, espero que haja um sentido maior escondido atrás de frases lapidares, ainda que incompreensíveis, como "O lócus da sinergia entre os atores acadêmicos, o poder público e o setor produtivo."

O artigo começa com pé errado, invocando Weber para dizer que há contradição entre o trabalho do cientista e do professor. Não faltam exemplos de grandes cientistas que são ou foram grandes expositores, mas para os autores a autoridade weberiana é suficiente para propor "a superação do paradigma do velho modelo humboldtiano.... e da prática extensionista." Além do jargão impenetrável, o artigo ainda sofre por aparecer ao lado de um artigo que nega o aquecimento global usando um argumento bobo: o aumento da temperatura não é causado pela atividade humana porque não é linear. Quem entender me explique. Ou é melhor ignorar ambos?
Postar um comentário