Atendendo a algumas respostas apreciativas e inúmeras ignorativas, aqui está......

20 janeiro 2011

Como vocês 3 sabem, meu maior medo como corintiano é o Palmeiras desaparecer. Isso porque em anos de vacas magras, é só a esperança de um dia ver o fim do Palestra que nos mantém vivos. Vem daí a apreensão com a administração Belluzzo. Agora após ser rejeitado pelos palmeirenses ele se superou, como mostram notícias na Folha ontem e hoje (requer assinatura), das quais reproduzo trechos abaixo:

"Eleito como pessoa que mudaria a concepção de administração no futebol, Luiz Gonzaga Belluzzo deixa o Palmeiras sem ganhar títulos e com as finanças do clube em situação mais complicada da que encontrou. A demissão de treinadores e a contratação de jogadores com salários fora do padrão foram alguns fatores que minaram a saúde financeira do clube na gestão Belluzzo. Ao mesmo tempo que fazia essas manobras, chamadas por opositores de "Belluzzionismo", o presidente pedia grandes empréstimos para sanar dívidas do clube. No primeiro ano de sua gestão, Belluzzo fechou as contas do Palmeiras com deficit de aproximadamente R$ 40 milhões. Em 2010, o clube teve R$ 25 milhões de prejuízo. Atualmente, a dívida total do Palmeiras está perto de R$ 150 milhões. Belluzzo também foi protagonista de declarações que mancharam sua imagem, ofendendo rivais e árbitros. Enquanto suas contas eram rejeitadas pelo conselho, Belluzzo ainda desabafou sobre a "dívida" que o Palmeiras tem com ele."

Além de tudo ainda é arrogante. Felizmente não voltará a ocupar cargos no governo, onde poderia impactar as finanças públicas, a seleção, e talvez até o Timão.
Postar um comentário