Atendendo a algumas respostas apreciativas e inúmeras ignorativas, aqui está......

17 março 2016

Me pediram um discurso breve

Então vou contar uma anedota.

O famoso professor Schlesinger, conferencista de Leipzig, veio aqui dar uma conferência em Chelm. Toda a cidade veio ouvir o grande palestrante, e os yidn das shtetlakh vizinhas. A sinagoga estava cheia, os homens no andar de baixo, as mulheres em cima.

Herr Professor Doktor Doktor falou... er redt... un er redt... e falou... ia passando o tempo, todos cansados, em pé, ficando com fome, as bobes preocupadas com o tshulent no fogo.

Depois de horas de discurso o professor olha para o relógio e se desculpa misturando Yiddish e alemão:

"Entschuldigen Sie bitte, dos zeigerl is bay mir geven kaputt", meu relógio quebrou.

O nebekh, o bobo de Chelm, que parecia dormir, diz "Azoy hot der rebbe a luach" - se era por isso, era só ter pedido o calendário do rabino.

A juventude de hoje, vocês são mais preparadas do que as gerações anteriores. Felizmente, porque estamos deixando uns problemas bem complicados para vocês resolverem. Ouçam o tsaddik, o sábio, mas ouçam também o maluco, o meshuga.
Postar um comentário