Atendendo a algumas respostas apreciativas e inúmeras ignorativas, aqui está......

07 outubro 2008

Variedade não diferenciável na USP

A Faculdade de Economia acaba de construir um belo exemplo de variedade não-diferenciável, que pode ser apreciada em pessoa na Av. Prof. Luciano Gualberto, 908, Cidade Universitária. A variedade, disfarçada de escultura modernista, não é diferenciável pelos seguintes motivos:
  1. As soldas entre as cartas locais, construídas com placas de aço, não são suaves.
  2. As placas apresentam arestas em pontos onde a calandragem foi mal feita, resultando em dobras.
  3. O mapa de inclusão da superfície bidimensional no espaço ambiente não é uma imersão, pois necessita de escoras para se manter em pé.
Exemplos de esculturas diferenciáveis em metal vermelho podem ser vistos espalhados em obras de Henrique Pait espalhadas pela cidade, por exemplo no Credicard Hall e no Blue Tree Hotel na Av Faria Lima com Juscelino Kubitschek. Quem estuda geometria diferencial deve ficar grato aos colegas da FEA pelo contra-exemplo!
Postar um comentário